08 dezembro 2016

La notte dei Faugni




A cada ano na madrugada de 08 de dezembro, dia da Festa della Immaculada Concezione ou Imaculada Conceição, renova-se em Atri a antiga tradição da "Notte dei Faugni", um ritual surpreendente que preserva uma perfeita mistura do sagrado e do profano. A celebração sublinha o dogma da pureza de Maria concebida de modo "imaculada", ou seja, sem pecado, e tem suas raízes nos cultos dedicados às deusas gregas virgens como Athena.





"La notte dei Faugni" em Atri começa na véspera na Piazza Duomo, onde é acesa a fogueira que queimará até a manhã seguinte. Faugni deriva de Fauni-ignis, que significa Fogo do Fauno, um ritual que existe há muito tempo em Abruzzo. Com a chegada da estação fria, no passado os camponeses acendiam os fogos em honra da divindade Sátiro ou Fauno para os romanos, uma divindade mitológica que personificava a fertilidade e a força vital da natureza.

Ainda hoje, o ritual é repetido pelos jovens, que participam orgulhosamente da tradição popular de sua cidade. Após a bênção do fogo, a velha cidade se enche de música. Concertos são realizados durante toda a noite. É o solstício de Atri, a noite mais longa do ano, que numa espera mística transforma praças, ruas, lojas, bares e tabernas em locais de diversão. Acima de tudo, é uma oportunidade para renovar um ritual que remonta séculos e que os Atriani revivem com orgulho.






Entre longos jantares de especialidades locais e o cheiro de castanhas assadas regadas com vinho novo, a cidade espera o amanhecer de 8 de Dezembro. Às 5 da manhã na Piazza Duomo os feixes de juncos secos são acesos. Precedida pela banda da cidade, centenas de pessoas de todas as idades saem a pé em procissão, abraçados ao seu próprio "Faugno". Por volta das 06h00, a procissão termina onde tinha começado e os juncos são colocados para queimar na fogueira. Isso completa o Dicembrino aquecido pelo "fogo sagrado", que queima defronte à Catedral.

Na antiguidade o fogo era reverenciado para que garantisse a proteção, a saúde, a riqueza e a felicidade daqueles que o mantinham sempre aceso em suas casas. Assim como em diversas culturas, o "Ritual do Fogo Sagrado" visa afastar as energias negativas. A respeito dessa celebração, diz um ditado: "As Madonnas de Cuncette, Natal dezessete...", ou seja, celebrar as santas virgens 17 dias antes do Natal...



Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.