28 fevereiro 2013

Treviso, uma romântica cidade fashion




Treviso é uma das cidades mais encantadoras do Veneto e, apesar de não receber tantos turistas quanto Veneza, possui românticos canais e pontes, elegantes palácios, igrejas e praças, além de uma atmosfera tranquila e agradável. Situada na região do vinho Prosecco, os sinuosos cursos de água que atravessam a cidade e o labirinto de ruas com arcadas são o charme da cidade.
 

Porta Quaranta
Porta San Tommaso
Muralhas de Treviso


Antiga Tarvisium: Chamada pelos romanos da antiguidade de Tarvisium, a cidade foi um importante ducado na Idade Média e disputada por vários senhores feudais. Dessa época restam as antigas portas de entrada na cidade - Porta Quaranta, Porta San Tommaso e Porta Altinia - e as muralhas que circundam o centro histórico. Sobre as muralhas há um caminho que acompanha a extensa avenida, por onde se pode passear sob as sombras dos castanheiros.  

 

Piazza dei Signori
Casa dei Ferraresi
Museu Palazzo Noal
Piazza dell Vittoria
Piazza San Vito
 
Centro da cidade: A Piazza dei Signori é o coração da cidade, uma movimentada praça com cafés e imponentes palácios como o Palazzo dei Trecento construído em 1210 tendo ao lado o Palazzo del Podestà com suas galerias.

Circulando pela cidade pode-se encontrar muitos outros palácios, como a Casa dei Ferraresi, Casa di Noal, os três palácios da Família Rinaldi construídos na Idade Média, além das elegantes vilas em torno da cidade.

Castigada pela 1ª e 2ª Guerra Mundial, a cidade sofreu um grande bombardeio na sexta-feira santa de 1944 que destruiu muitas construções medievais. Com as restaurações, é comum encontrar construções em diferentes estilos ao lado de outras mais antigas do período medieval, o que não diminui o esplendor da cidade.
 
Benetton
Via Callmaggiore
Via Callmaggiore


Via Callmaggiore: Uma característica marcante de Treviso são os pórticos que permitem fazer compras protegido do calor no verão e também da chuva e neve. A Via Callmaggiore é a rua principal onde estão várias lojas de griffe. 

Requinte e elegância não faltam em Treviso, que tem muitas lojas de grandes marcas sendo a sede da famosa griffe Benetton. Mundialmente conhecida, a Benetton nasceu em Treviso em 1960 quando Luciano Benetton vendeu uma bicicleta para comprar uma máquina de costura de 2ª mão. Alguns anos depois os irmãos se juntaram, criando a marca que hoje tem mais de 2000 lojas pelo mundo.

 
 
Fontana dele Tette

Fontana dele Tette: Perto da Via Callmaggiore está uma réplica da famosa Fontana delle Tette que jorra água pelos seios. A original foi construída em 1559 por ordem do prefeito e colocada no interior do palácio pretoriano, numa época em que houve uma grave seca na cidade. Na eleição de um novo prefeito, a fonte jorrou vinho branco e tinto durante 3 dias para a alegria do povo da cidade que pode beber vinho gratuitamente. 

 

Loggia dei Cavalieri

Loggia dei Cavalieri: Um símbolo da antiga aristocracia de Treviso é a Loggia dei Cavalieri, um pórtico quadrado com afrescos nas paredes construído em 1276, onde se reuniam políticos, nobres e pessoas da classe mais alta para conversar e jogar. Em algumas épocas chegou a ser utilizado como armazém e hoje serve como espaço cultural.

Um dos nobres de destaque da época foi Gherardo da Camino que governou a cidade em 1280 trazendo grande desenvolvimento cultural e político. Deu incentivo à universidade e ofereceu hospitalidade a estudiosos e artistas de grande prestígio. Anos depois, quando Treviso passou aos domínios do Império Austríaco, alguns descendentes de Gherardo da Camino imigraram para o Brasil.  
 

Catedral de Treviso
Catedral de Treviso
Catedral de Treviso


Catedral:  Na Piazza Duomo está a majestosa Catedral de São Pedro com suas sete cúpulas. Construída nos anos 1500 no lugar de uma antiga igreja da era romana, os dois leões ao pé da escada são testemunhas de sua origem medieval. 

Ao longo do tempo a Catedral sofreu várias modificações e do santuário primitivo resta apenas a entrada. Na parte interna da igreja há muitos afrescos medievais e obras de arte. Do lado da catedral está o Batistério românico do século 12. 
 

Santuário San Nicolò
Santuário San Nicolò
Afresco de Tommaso da Modena

Igreja San Nicolò: A Catedral é o principal templo de Treviso, mas o maior é a Igreja de San Nicolò construída em tijolo maciço no século 13 e onde hoje funciona o seminário.  A maioria dos afrescos das igrejas e palácios de Treviso foi feito por Tommaso da Modena, um pintor e miniaturista italiano que viveu na cidade nos anos de 1350. 

Ele se diferenciou de seus contemporâneos principalmente pelo realismo de suas pinturas retratando as pessoas em atitudes cotidianas. Segundo historiadores da arte ele foi o primeiro na história a retratar alguém usando óculos, que faz parte de uma coleção de retratos do Convento de Treviso. 

Na Igreja e Convento Santa Caterina funciona um museu com obras de arte e, apesar da simplicidade, contém afrescos que são verdadeiros tesouros como os da Cappella degli Innocenti feitos por Tommaso da Modena.
 

Igreja de San Francesco

Igreja San Francesco: Há vários oratórios e igrejas espalhadas pela cidade, sendo uma delas a Igreja de San Francesco que foi construída pela comunidade dos franciscanos e usada como estábulo pelas tropas de Napoleão durante os anos de 1230 a 1270. Quase 700 anos depois, a igreja foi restaurada e reaberta. Nesta igreja estão os restos mortais do filho de Dante Alighieri.


 
Ponte Dante Aleghieri

Dante Alighieri: O primeiro e maior poeta da língua italiana, citou Treviso em sua obra "La Divina Commedia". Dante passou algum tempo exilado em Treviso e foi homenageado com um monumento sobre a ponte que tem seu nome. Essa ponte chegou a ser chamada de Ponte Impossível, pois com a forte corrente do rio a ponte desabou mais de uma vez antes de ser concluída.
 

Canal Buranelli
Canal Buranelli
Riviera Santa Margherita
Ponte dell'Università
Moinho d'água

Canais, pontes e moinhos: O canal de Buranelli deriva do nome da ilha de Burano de onde vinham muitos comerciantes até chegar em Treviso com seus barcos. Pitorescas casas ao longo dos canais criam belos recantos na cidade, como a Riviera Cagnam com seus salgueiros chorões e a Via Roggia que é um dos cantos mais lindos de Treviso. Uma das atrações são os moinhos d'água que antigamente serviam para a moagem de grãos.


Pescheria de Treviso
Pescheria de Treviso

Ilha do Mercado: No passado, pelos canais de Treviso navegavam muitos barcos que vinham de Veneza para descarregar mercadorias e passageiros ao longo Riviera Santa Margherita. Pescadores traziam peixes frescos para o mercado. 

O mercado ainda existe numa pequena ilha, sendo ligado à cidade por duas pequenas pontes e é um dos lugares mais bonitos de Treviso, com suas bancas de legumes e frutos do mar. E, por estar a apenas 40 km do mar, em Treviso há muitas iguarias que utilizam enguias, mariscos e bacalhau, porém a especialidade de Treviso são os risotos, como o Risi e Bisi que é um prato clássico. 


 
Estrada do vinho Prosecco
Valdobbiadene
Uvas Glera

Strada del Prosecco: Treviso está numa região de um dos melhores vinhos da Itália, sendo alguns produzidos em pequenas quantidades e por isso só encontrados nessa área. A  Estrada Prosecco é a principal via de acesso a inúmeros vinhedos e contém a maior concentração de vinícolas, sendo algumas abertas à visitação pública. A estrada estreita e sinuosa termina em Valdobbiadene, uma cidade situada em um vale verde aos pés dos Alpes.

 

12 comentários:

  1. Bom dia Lucia,meu nome e Daniela sou de Varginha-MG,gostei muito de sua reportagem sobre Treviso,meu bisavô era de lá e estou fazendo uma pesquisa sobre esta província,você tem alguma coisa sobre as famílias de lá, o sobrenome dele é Fávaro, seus pais Stela Venturin e Antonio Favaro.
    Se tiver e puder me enviar te agradeço. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniela: O sobrenome Favaro ou Favero é muito comum na região do Veneto, principalmente em Treviso. Você não me disse o nome de eu avô, mas você pode pesquisar diretamente no site http://www.archiviodistatotreviso.beniculturali.it, pois ali tem o arquivo contendo todos os registros das pessoas nascidas em Treviso. Se precisar de alguma tradução, me disponho a ajudá-la.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá Lucia... adorei sua reportagem, estou indo pra Treviso dia 05/08/2013 e ficarei 3 meses por lá, e é muito bom saber que o lugar é lindo e com muita historia. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Olá Lúcia tenho grande interesse por Treviso porque meu Avô materno veio de lá para o Brasil com 19 anos de idade o Nome dele era Santo Pian. tenho muita vontade de conhece-la

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei muito da sua reportagem sobre Treviso, eu sou portuguesa e vivo perto de Coimbra, este ano vou com o grupo folclórico da minha terra até essa cidade de Itália, e só por ver e ler toda essa informação dá mais vontade de ir conhece-la, podias me dar a informação sobre a comida que mais se come por lá? Beijos e obrigada

    ResponderExcluir
  6. Ola meu bisavos vierão de treviso .são Pelagio ,São LAZARO TREVISO, GOSTARIA DE SABER SOBRE O SOBRENOME CRESPAN OU GRESPAN OBRIGADA.SE ACHO MEU facebook é ERCILIA SQUEIRA.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lucia! Adorei seu post. Muito obrigada por colocar essas informações à disposição. Estou indo passar uma semana em Treviso com meu marido e é esse seu post ajudou bastante. Você sabe dizer se tem como ir de forma econômica para os vinhedos e para Valdobbiadene sem carro próprio?
    Agradeço!! Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi Lucia , sou descendente da família Dal'Evedove....Mas a grafia era Dalle Vedove... estou tentando tirar a cidadania italiana....vc saberia alguma coisa sobre esse sobrenome? Grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Agradeço sua visita e a gentileza de seu comentário. Infelizmente não tenho informações sobre sobrenomes, mas talvez você consiga alguma informação no site no site http://www.archiviodistatotreviso.beniculturali.it. Se precisar de alguma tradução, me disponha a ajuda-la. Abraço, Lucia

      Excluir
  9. Ótima reportagem,estive neste verão em Treviso, é realmente uma cidade linda.
    Valeu a pena conhecer a cidade de onde vieram os meus bisavós.

    Veridiana.
    Obrigado.

    ResponderExcluir

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.