29 junho 2010

LE DONNE AMANO - tradução

video

As mulheres amam

Não as mudarás, é o amor. Frágil, mas depois, mais forte que nós.
Não as mudarás, são a luz, são a poesia,

aquela que a cada noite escreverás para ela.

As mulheres amam com toda a alma
e os olhos fechados estão ali a sonhar.

Quando prometem não traem jamais,
as mulheres amam e te perdoam.
Meninas sempre complicadas
que si escondem atrás de um simples não.
As mulheres são o beijo de uma noite, o perfume da primavera
que você procurará a Capri com ela.

Mulheres vivem em uma nuvem no seu mundo feito de ilusão

e quando estão em apuros nunca admitem.

As mulheres amam e quando amam
o fazem sem pudor, porque é amor.
As mulheres amam sem uma logica, aquele universo não compreenderás.

Mas depois sorriem, o coração já disse sim.

As mulheres fingem, mas se te querem, nenhum no mundo as poderá parar.

Por amor sabes, não o escondem jamais.

As mulheres são o beijo de uma noite,

uma musica leve que você dançará somente com ela.

As mulheres amam e se ti querem,
nenhum no mundo as poderá parar, porque do amor nunca desistem.
As mulheres são o beijo de uma noite,
as loucuras que farás ainda somente por ela, somente com ela.
A
s mulheres amam!...

26 junho 2010

HINO DA ITALIA - video e letra

video

Irmãos da Itália, a Itália despertou, do elmo de Cipião cingiu-se a cabeça.
Onde está a Vitória? Estenda-lhe a cabeleira,
porque escrava de Roma Deus a criou.

Unindo-nos em grupo, estejamos prontos para a morte, a Italia chamou. Sim!
Nós somos há seculos desprezados e zombados,
porque não somos um povo, somos divididos

Unimo-nos numa unica bandeira, uma esperança,
di nos fundirmos, a hora chegou.

Unindo-nos em grupo, estejamos prontos para a morte, a Italia chamou. Sim!
Juntemo-nos, amemos-nos, a união
e o amor revelam aos povos os caminhos do Senhor

Juremos tornar livre o solo natal: Unidos por Deus, quem pode nos vencer?
Unindo-nos em grupo, estejamos prontos para a morte, a Italia chamou. Sim!
Dos Alpes à Sicilia, por toda a parte é Legnano, cada homem di Ferrucio
Tem o coração, tem a mão, as crianças da Itália chamam-se Balilla.
O som de cada sino tocou às vésperas.
Unindo-nos em grupo, estejamos prontos para a morte, a Italia chamou. Sim!
São juncos que dobram as espadas vendidas
A águia da Aústria as penas já perdeu
O sangue da Itália, o sangue polonês
bebeu, com o cosacco, mas o coração as queimou.
Unindo-nos em grupo, estejamos prontos para a morte, a Italia chamou. Sim!



A bandeira italiana tricolor tem os seus significados:

O verde significa Liberdade
O branco significa Igualdade
O vermelho significa Fraternidade.

Veneza, a serenissima



A Itália é mágica. Em cada pedaço de terra há um cheiro, que vem das oliveiras, das hortaliças, dos queijos, das uvas, dos vinhos ou das janelas floridas, que fazem da Itália uma mistura de cores e sabores. Cada canto do país seduz pelo aroma, que vem dos fornos e das panelas fumegantes na cozinha italiana.

Itália é cheiro de pizza, de cappucino, de polenta, de bagna cauda, de mil massas, molhos e muito mais. Itália se vê com os olhos e se sente nas sensações. Itália é "dolce far niente". São os sons que vem do acordeão, dos pandeiros, da tarrantella, das músicas alegres e românticas, que despertam sentimentos e fazem com que nos apaixonemos por ela.

Itália é humor de Totó e Roberto Begnini. É alegria que se vê estampada em largos risos. Itália é a paixão pelo futebol. Terra de herois, poetas, artistas, filosófos e cientistas, sua lista é infindável de muitos que construiram e criaram obras maravilhosas para o delírio de nossos olhos e para o bem da humanidade.

Cada canto do país transpira sua história, como se fossem páginas de um livro vivo que conduz a um passado por onde passaram os antigos etruscos, gregos e romanos. Os muros sussurram, basta estar atento para escutá-los. Muitos caminhos da Itália levam ao interior de alguma muralha, permitindo que a história se abra diante dos nossos olhos.

Itália é saudade, que emerge em suas canções. A história antiga nos faz reencontrar fenícios e gregos, mas também tem-se a impressão de poder encontrar em alguma esquina reis, rainhas, súditos, desde o bobo da corte até carrascos e armeiros, mas também estar diante de Dante, Petrarca, Boccaccio, Giotto, Donatello, Michelangelo, Da Vinci e tantos outros que fizeram nascer o Reino da Itália.

Ser italiano é ter orgulho de sua terra, que se vê estampado em seus rostos quando cantam "Bella Ciao" ou "Quel Mazzolin di Fiori", que fazem recordar os guerrilheiros e a sua sede de liberdade. As guerras deixaram marcas evidentes e nos fala da Resistência Italiana. Os sinais de destruição presentes em relíquias e tesouros da época fazem sentir o desespero vivido pelos italianos. Daí se aprende como sobreviver com pouco, mas com muita coragem e determinação.

Foi a determinação que há muitos anos tornou em realidade a construção de Veneza, tornando bela a "Serenissima". É indescritível a sensação de se perder nos canais da cidade e ouvir os gondoleiros com seu canto que rasgam a escuridão da noite. E apreciar as cores das casas de Burano, que servem para guiar os pescadores nos dias de forte neblina. Os sinos tocam e lá do alto da igreja pode-se admirar a belíssima paisagem, que fala das minhas origens...


video

Venezia em fotos

video

Video: Amanhecer em Veneza

video

Vivaldi, sua música e sua vida


25 junho 2010

Roma, a cidade eterna


Segundo a lenda, Roma foi fundada no ano de 753 a.C. pelos gêmeos Rômulo e Remo que foram amamentados por uma loba. Em sua origem Roma foi uma aldeia de pastores vindos dos Montes Albanos e Sabinos. Em quase 200 anos os romanos conseguiram libertar-se dos etruscos e se expandiram pela costa do mar, depois ocuparam a Italia Central e finalmente, tomaram a Magna Grécia.

No ano 509 a.C. os romanos livres dos etruscos, para expandir o Estado Romano enfrentaram Cartago, nas guerras púnicas. Vencendo seu principal inimigo, Roma tornou-se a primeira potência do mediterrâneo. Suas atrações principais são o Vaticano, o colosseo, os antigos palácios, o Panteão e as ruinas do Forum Romano,
que contrastam com modernas construções.

O Coliseu no centro de Roma é uma das maiores atrações turísticas da cidade e era onde aconteciam os combates entre gladiadores e martirios de cristãos.
O Panteão desde o Renascimento é utilizado para sepultar personagens ilustres italianos. O Fórum Romano era o principal centro comercial da Roma Imperial. A Piazza Navona serve para espectáculos de teatro e corridas de cavalos.




A Fontana di Trevi - Fonte dos trevos - é a maior - 26m de altura. Situava-se no cruzamento de três estradas marcando o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma. Nessa fonte, turistas jogam moedas e fazem pedidos.

O Vaticano, sede da Igreja Católica, está a enorme basílica de São Pedro. Os primeiros cristãos construíram uma pequena capela no lugar de martírio de São Pedro e, anos mais tarde, Constantino erigiu essa impressionante igreja que guarda tesouros de imenso valor, como a Pietá de Michelangelo e a imagem de São Pedro, atribuída a Arnolfo di Cambio, do século 13.



A Capela Cistina apresenta um enorme afresco no teto, que representa o Gênesis. Feito por Michelangelo, as pinturas nas paredes laterais e da parede oposta ao altar foram feitas por pintores de prestígio da época como Boticelli, Perugino e Guirlandaio. Vinte e quatro anos depois de terminar sua grande obra, Michelangelo ficou responsável por pintar nas paredes da capela afrescos que refletissem o Julgamento Final. Através dessas tocantes imagens a escola sagrada se reúne sempre que um novo Papa é escolhido.



video

Video de Roma

Ilha de Capri, o paraiso do Mar Tirreno


Capri é uma ilha no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, a pouca distância do continente. A Grotta Azzurra (Gruta azul) é conhecida mundialmente por seu tamanho, a cor de azul intenso do interior e o brilho prateado dos objetos mergulhados em suas águas.

Existem duas maneiras de chegar à Gruta Azul: - chegando de carro por terra de Anacapri ou de barco da Marina Grande, com lanchas rápidas, indo ao redor da ilha de Capri. Para entrar na Gruta Azul, é preciso transferir para um barco a remo, com duas ou três pessoas no máximo e, deitado no fundo, atravessar a estreita entrada aberta na rocha natural. Em dias que o vento sopra do sudoeste não é possível entrar.

O interior é todo azul, chamado Blue Dome, tem uma altura média de 7 a 14 metros e a erosão interna da cavidade tem 60 metros de largura e até 25. Lendas dizem em tempos romanos, o tempo de Tibério, a gruta foi usada como um ninfeu marinho e há quem tenha imaginado como um
lugar de nereidas ou sereias e que foi considerado o reino dos demônios para intimidar quem ousasse entrar.

video
Video Isola di Capri





TRADUÇÃO PIÙ CHE POI - Video

video

Música Più che poi

Napoles, a cidade da pizza


Conhecida mundialmente por sua história e por ser a terra natal da pizza, Nápoles na região da Campania, tem origem na antiga cidade grega de Neapolis. Foi conquistada pelos romanos nos anos 400 a.C., e depois do domínio bizantino constituiu-se em ducado independente. Em 1139 passou a pertencer ao reino da Sicília e em 1282 passou para a coroa de Aragão, sendo denominado reino de Nápoles. Por volta de 1860 passou a ser independente, sendo anexado ao reino da Sardenha.

Nápoles é considerada como uma das cidades mais perigosas da Europa, por causa de sua elevada taxa de violência e pobreza, mas possui inúmeros pontos turísticos: o vulcão do monte Vesúvio, as ruínas de Pompéia e Herculano, as ilhas de Capri e Ischia e muitos outros. Chamado de Meridionales, os napolitanos usam o dialeto napolitano, que é uma mistura da lingua românica, do latim vulgar e do grego. Apesar de ser de difícil compreensão é agradável de ouvir nas musicas napolitanas. Os napolitanos são comunicativos, gostam de música e existe uma grande paixão pelo futebol, onde Maradona é sempre homenageado.

video

Vídeo de Napoles


Torino, cidade da Fiat





Torino é a maior cidade da região do Piemonte. Cercada pelos Alpes e pelos morros do Monferrato que a separa da França e Suíça,  é a segunda cidade industrial da Itália, tendo por isso sido alvo de ataques durante a II Guerra Mundial.

Situada no percurso do rio Pó, que é o maior rio da Itália, após a queda do Império Romano a cidade foi conquistada pelos lombardos. O Condado de Torino foi fundado no ano de 940 e entre 1230-1235 foi um domínio do Marquês de Montferrat. No final do século XIII, foi anexado ao Ducado de Savóia.  


Andar por Torino e ver suas antigas construções é ter a sensação de estar na Idade Média. Toda a cidade respira arte. A Cappella della Sacra Sindone, incorporada ao Palazzo Reale, guarda a relíquia sagrada da humanidade: - O Santo Sudário de Turim, que envolveu o corpo de Cristo logo após sua morte.

O símbolo de Turim é a Molle Antonelliana. Construída para ser uma sinagoga, hoje abriga o Museu Nacional de Cinema e é a mais alta torre da cidade. Em Torino está o segundo maior Museu Egipcio do mundo e o Museu do automóvel que tem exposição de 150 carros antigos e documentos da história do automóvel.
 
No Parco del Valentino, que é o maior parque de área verde de Torino, estão o Castello del Valentino, o Palazzo di Torino e o Borgo Mediovale, um conjunto de construções que recria um pequeno vilarejo da Idade Média. Destaca-se a sua arquitetura barroca e uma das suas peculiaridades é seu misticismo e intensa ligação com o esoterismo.

 
 
 
A Piazza Statuto é uma das praças mais importantes de Turim. Na Idade Média, era um dos quatro pontos de acesso à cidade. Circundada por uns prédios vermelhos, ao centro da praça ergue-se o monumento ao Traforo Ferroviario del Frejus, um túnel que liga a Itália à França e consiste em uma grande pirâmide de pedras. Um gênio alado ergue-se ao alto e titãs em mármore parecem descer da torre que representa a razão triunfando sobre a força, de acordo com as correntes filosóficas da época.

A praça é alvo de crenças. Por estar situada a oeste, portanto, onde o sol se põe e começa a escuridão, era considerado um local nefasto e mal-assombrado. Era também o local de julgamento e execução dos condenados e onde começava o grande cemitério da cidade. Muitos acreditam que alí está um dos vértices do triângulo da magia negra, situado em um obelisco próximo ao monumento ao Frejus. Na verdade, o tal obelisco marca o paralelo 45º.
 
 
video

Vídeo de Torino no Youtube click aqui
 
 

TRADUÇÃO TU DIMMI QUANDO - Video

video

Musica "Dimmi quando", faz parte da trilha sonora
da novela Passione, com tradução em português.

Me diga, quando, quando, onde estão os teus olhos e tua boca
talvez na Africa, que importa.
Me diga, quando, quando, onde estão as tuas mãos e o teu nariz
para um dia de desespero, mas eu tenho sede, tenho sede ainda.
Me diga quando, quando, não me olhe agora amor
estou cansado, porque penso no futuro.
Me diga, quando, quando, somos anjos que procuram um sorriso
não esconda o teu rosto porque eu tenho sede, tenho sede ainda.
E viverei, sim viverei todo dia para te ver ir embora
entre as lembranças e esta estranha loucura
e o paraíso que talvez existe, quem quer um filho não insiste.
Me diga quando, quando, preciso de você pelo menos uma hora
para dizer-lhe que te odeio ainda.
Me diga quando, quando, você sabe que não te terei e
em teu rosto está por nascer um sorriso e eu tenho sede, tenho sede ainda.
E viverei, sim viverei todo o dia para te ver ir embora
entre as lembranças e esta estranha loucura
e o paraiso que talvez existe, quem quer um filho não insiste.


Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.