11 outubro 2010

Trentino Alto Ádige, a região do Concílio de Trento


A região Trentino-Alto Ádige ao norte da Itália está nos limites com a Áustria, uma região inteiramente montanhosa onde está o cume Ortles que ultrapassa 3.900m de altitude. É nessa região que estão as principais provincias do Trento e Bolzano, onde existem comunidades que, em sua maioria, fala somente a lingua alemã.



Em Val Gardena e Val Badia, na provincia de Bolzano, o ladino é uma verdadeira língua neolatina e cada vale possui sua própria variante ladina, com frequência, muito diferente uma das outras. Isto no passado foi um grande obstáculo para o desenvolvimento cultural e linguístico fora de seus limites.

Uma das pecularidades dessa região da Italia é sua história, que se vê marcada nos diferentes modos de vida, na lingua falada e nas construções. Até a 1a. Guerra Mundial em 1919 esta região pertencia aos domínios do Tirol, que se manteve unida sob a Casa da Áustria, principalmente por causa do fator cultural onde havia diferentes linguas. O movimento do risorgimento do século 19 levou à anexação do território pela Itália.



Em Trento, a Catedral românico-gótica hospedou entre 1545 e 1563 o mais famoso Concílio da Igreja Católica, o Concílio de Trento que é considerado um dos três concílios fundamentais na Igreja Católica. Foi convocado pelo Papa Paulo III para assegurar a unidade da fé, sagrada na escritura histórica e a disciplina eclesiástica. No contexto da Reforma da Igreja Católica, foi uma reação à divisão então vivida na Europa devido à Reforma Protestante, razão pela qual é denominado como Concílio da Contra-Reforma. Foi o mais longo concílio da história da Igreja.


Lago di Garda

Em Bolzano, lugar de encontro entre a cultura ladina e alemã, entre as tantas maravilhas está a Porta del Vino, onde se pode degustar vinhos de sabor especial. Nessa região está uma parte do maior lago da Italia, o Largo di Garda, que oferece uma maravilhosa paisagem. Do Lago di Garda ao Parque Nacional do Stelvio, das Dolomitas aos verdes vales, as pistas de esqui de Madonna di Campiglio ou San Martino de Castrozza, há uma diversidade de natureza e de gastronomia.


San Martino di Castrozza

Outros locais são Val di Fassa, Colle Santa Lucia em Ampezzo, Livinallongo del Col di Lana e Cortina d'Ampezzo. O Castelo e a Igreja de São Marcos enriquecem Rovereto. Sobre a colina de Miravalle, o grande Sino em homenagem aos mortos na guerra - Campana dei Caduti - convida a uma comovida peregrinação não religiosa. E Merano, renomado centro de veraneio, com seus antigos pórticos e sugestivo centro histórico, convidam a um belo passeio.


video


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.