15 dezembro 2010

Imigração e lingua italiana




A Itália tem cerca de 60 milhões de habitantes, com muitos imigrantes. As cidades mais populosas são Milão, Roma, Nápoles, Torino e Palermo. Depois da unificação italiana em 1861, o feudalismo que controlava por séculos as terras do país entrou em decadência e muitos italianos passaram por severas situações de pobreza.

O norte foi o primeiro afetado e um número significativo de italianos do norte foram em busca de novas terras, principalmente em direção ao Brasil e Argentina. Anos mais tarde, também a região sul sentia os efeitos da mudança política na agricultura e um número maior ainda de italianos seguiu para o Estados Unidos. Em 1913 quando quase 1 milhão de pessoas tinham deixado o país, a Itália precisava da população para reconstruir o país e assim o regime facista restringiu a emigração na década de 1920.

Depois da 2a. Guerra Mundial, a Itália passou a receber imigrantes vindos de toda parte do mundo, por isso se vê nas ruas das cidades mais movimentadas, por exemplo em Milão, pessoas de todas as origens. A maior parte de estrangeiros na Itália são europeus; mas se vê também muitos africanos e romenos. Poucos são da Ásia ou da América Latina.

O idioma oficial é o italiano, uma lingua derivada do dialeto da Toscana. A língua italiana atual deriva em grande parte do latim vulgar. Existiam dois tipos de latim falados até à idade média: o latim clássico falado pelos romanos mais cultos e influentes ou pelos moradores da área original de Roma, que era mais complexo; e o latim vulgar, que era falado pelos soldados e pelos povos dominados pelos romanos. Como os soldados permaneciam por longo tempo em alguns locais e eram encarregados de impor a lingua latina aos colonos, a variante do latim vulgar se tornou mais falada no Império Romano. Foi a mistura dos dialetos locais com o latim que deram origem às linguas: português, espanhol, francês, romeno e um pouco do inglês.

Com a queda do Império romano do Ocidente e com a dispersão dos romanos, preservou-se apenas o latim vulgar durante a Idade Média, que permaneceu como lingua oficial do Vaticano até os dias de hoje e em algumas regiões. A Igreja católica exercia grande poder naquela época o que ajudou a preservar o idioma.

No século 19, com a unificação da Itália, se promulgou o italiano como língua oficial, que tem origem no dialeto falado na Toscana. Como a Itália era antes dividida em diversos reinos, com linguas e dialeto
s próprios, diversos dialetos prevaleciam na Itália. Mas ainda na Itália é comum a comunicação em dialetos que são incompreensíveis mesmo para regiões próximas. A tecnologia como a televisão e outros meios de comunicação ajudaram a difundir a lingua italiana. Com a imigração italiana, o idioma se difundiu no mundo.

Existem inúmeros dialetos em cada região, como o sardo na Sardegna, o napolitano na Campania, o piemontês no Piedmonte, o siciliano na Sicilia, o calabrês na calábria, o esloveno em Trieste, o alemão e o ladino em Bolzano e tantos outros. Nem mesmo os italianos entendem o dialeto de outros italianos. Muitas regiões bem próximas tem seu próprio dialeto, m
as normalmente fala-se o dialeto apenas entre amigos íntimos e familiares.

E quem pensa que na Itália todo mundo s
egue a religião católica, descobre que menos da metade da população frequenta as igrejas, pois existem muitos gregos e cristãos ortodoxos, evangélicos, testemunhas de jeová, muçulmanos, budistas, hindus, além da antiga comunidade judaica. Nota-se ainda uma grande tendência esotérica em algumas regiões.

video

8 comentários:

  1. Olá, tudo bem
    ??
    Gostei bastante da sua iniciativa. Sou italiano e é muito bom ver uma pessoa assim tão interessada pela minha cultura, meu país.
    Também tenho um blog sobre tudo o que é referente à Itália e seja interessante. Vou seguir aqui o seu blog, já que é sempre bom dividir conhecimento.
    Se quiser visitar o meu blog. O endereço é: www.conectaitalia.blogspot.com

    Abraços,
    Ciao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o Conecta Itália e vou indica-lo para as pessoas que me perguntam sobre viagens à Itália. Parabéns pelo site e obrigado por sua visita. Abraço, Lucia

      Excluir
  2. Olá,Lucia!...,Boa Noite !,Sou do Rio de Janeiro e passeando pela net encontrei o seu blog,bom eu e minha esposa decidimos visitar a Itália,amamos muito este Pais,e decidimos estudar antes de viajar,já que nunca saímos do Brasil,achei muito interessante as suas postagens,principalmente sobre as cidades,pois o nosso interesse é conhecer duas cidades: Vicenza,e Milão!. Gostaria de saber mais sobre estas cidades! Obgdo! e fique na Paz!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondi pelo seu email mas quero registrar aqui meus agradecimentos por seu comentários. Depois me conte como foi a viagem, ok? Abraço Lucia

      Excluir
  3. gostei muito das suas postagens, sou neto de italianos e senti muitas saudades de meus avós e de meus pais, q Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja benvindo ao blog e que aqui você encontre mais sobre sua descendência. Abraço, Lucia

      Excluir
  4. Adorei seu blog! Cpt tb no meu Facebook, grazzie!

    ResponderExcluir
  5. 1 a romania pertence a europa 2 o ingles nao tem nada do latim 3 na moldavia tambem se fala romeno

    ResponderExcluir

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.