31 julho 2011

Bassano del Grappa




Bassano del Grappa é uma cidadezinha medieval localizada na base do Monte Grappa na região do Vêneto. É conhecida sobretudo por sua ponte de madeira, a Ponte Vecchio ou Ponte degli Alpini. Os Alpinos são grupos de soldados especializados em ação de montanha, utilizando equipamentos de montanhismo além do habitual equipamento de combate. Antigamente seus soldados utilizavam esquis para um deslocamento mais eficaz e mulas para o transporte de material bélico. 

 




A importância dos Alpinos na história militar da Itália se destaca pelas batalhas travadas nos Alpes italianos, particularmente nas fronteiras com a Áustria e a França. A ação dos Alpinos durante a I Guerra impediu o avanço do Império Austro-Húngaro na península itálica e na 2a. Guerra serviu como apoio na invasão da França. Ao longo dos anos ocorreram também ações desse grupo de militares na Líbia e Etiópia. Atualmente existem divisões de Alpinos em combate no Afeganistão.







A insígnia dos Alpini pode ser vista por toda Bassano del Grappa e nas lojas de lembranças. Inclusive há um Museu em homenagem aos soldados Alpini, que reconstruiram a ponte. O museu contém fotografias e relíquias de várias campanhas militares, mas principalmente da 1a. Guerra Mundial quando lutaram no Monte Grappa. Há também os registros do horror de 1944, quando os alemães penduraram 31 guerrilheiros da resistência italiana em árvores. A panorâmica Viale dei Martiri é dedicada a esses homens.






Uma das mais belas vistas da ponte é de uma pequena varanda na entrada do Museo della Ceramica no Palazzo Sturm, que contém exposições de cerâmica e porcelana faiança local. Pela Torre Civica na Piazza Garibaldi, tem-se uma bela vista.

Um edifício do século 15 tem um grande relógio em sua fachada, que data de 1430 e embora os afrescos externos estejam se perdendo, ainda apresenta uma pintura de São Cristóvão feita por Francesco Bassano.  

 


O centro da cidade tem ruas e praças atraentes com muitas lojas, cafés e igrejas. Existem vários pontos para relaxar, especialmente às margens do Rio Brenta. Os jardins botânicos de Bassano, foram criados por um entusiasta local em um parque público. No topo da colina estão o Castello degli Ezzelini e a Catedral di Santa Maria in Colle.
 

O Museo Civico da cidade está situado no antigo convento ao lado da igreja de San Francesco. Há obras de muitos artistas mas a atração principal do museu está no andar de cima, uma espaçosa galeria de arte da família Bassano, incluindo um salão dedicado ao seu mais famoso representante: Jacopo Bassano, com muitas obras reunidas de igrejas locais e edifícios.

 


O produto mais famoso de Bassano é a Grappa. O licor de fogo, que vem em muitas variedades, é feito de sobras do processo de vinificação. Ela pode ser encontrada toda a Itália, mas esta área é particularmente conhecida por sua grappa especial. Um histórico de destilarias de Bassano está num pequeno museu - o Museo della Grappa - onde se pode ver como é preparada e também degustar. Também é a região famosa por seus aspargos brancos.


6 comentários:

  1. Na Itália há várias cidades com o nome de Bassano, e esta Bassano fica no sopé do monte Grappa. Daí o nome Bassano del Grappa. A fabricação de grappa é uma mera coincidência com o nome da cidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Claudio. Realmente, o nome Grappa vem do Monte Grappa. Mas também tem uma grappa muito especial. Os venezianos são expert na grappa, nos vinhos, nas comidas etc. Agradeço por sua visita ao blog. Abraço, Lucia

      Excluir
  2. Com certeza um dos lugares mais lindos que tive a honra em conhecer, Napoleão Bonaparte viveu nessa cidade também, na entrada da ponte existe um barzinho que serve uma bebida tipica conhecida como mezo mezo, vale a pena muito, Lugar maravilhoso

    ResponderExcluir
  3. Olá Lucia,
    procuro informações de meus nonos vindos desta região. Há alguma possibilidade de saber se há informação sobre meu sobrenome, meu bisnono Vitorio Guerese (nome pode ter diferentes escritas).
    Obrigada Abraço, Rose

    ResponderExcluir
  4. ola lucia! bom texto e informações sobre o local. Minha família, breggion, veio desta região. Você sabe informar alguma pessoa famosa na região com este sobrenome? grato!

    ResponderExcluir
  5. Tive a oportunidade de conhecer Bassano, Maróstica e Asolo em 2014. Linda região de onde vieram meus antepassados maternos.

    ResponderExcluir

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.