23 dezembro 2011

Teramo, terra das "Virtudes"



Embora tenha construções modernas, Teramo é uma antiga cidade fundada na época pré-romana. Localizada na região de Abruzzo, em tempos antigos a cidade era conhecida como Interamnia que significa "entre rios".

Situada na confruência dos rios Vezzole e Tordino, sua origem remota aos séculos 7 e 5 a.C. Os vestígios históricos indicam que a antiga povoação e o comércio foram iniciados pelos antigos etruscos e fenícios.






Túnel Gran Sasso: Devido à difícil comunicação com outros locais no passado, Teramo ficou em isolamento por muito tempo. Foi a construção do túnel de 10 km que passa por baixo do Gran Sasso que permitiu melhor acesso à cidade que tem muitos vales e também belas praias.

Teramo permite estar numa área de montanha e de mar ao mesmo tempo. Situada entre as montanhas mais altas dos Apeninos e o Mar Adriático, pode-se aproveitar a praia ensolarada e logo chegar aos altos picos do Gran Sasso.






Piazza Martiri della Libertà: Localizada no centro histórico no eixo formado pelas principais vias de acesso, a Piazza Martiri della Libertà é o verdadeiro centro da vida da cidade. Fazem parte da praça o Palazzo Vescovile - palácio do bispo, o Palazzo Constantini e o Seminário.

O Palazzo Constantini tem grandes alpendres chamados área para fumantes. É o mais antigo café da cidade. A praça é o point da noite onde acontecem diversos eventos culturais, musicais e esportivos.







Igrejas: Na cidade existem inúmeras igrejas, entre elas a Catedral de San Berardo construída em 1158 no lugar da antiga Aprutiensis Santa Maria que foi destruída por um incêndio. As diversas restaurações a tornou um monumento incomum. A atual catedral é o resultado da união de duas igrejas que compõe a praça.

A Igreja Madonna delle Grazie ou Nossa Senhora das Graças, construída fora da muralha da velha cidade, já passou por várias modificações,. Já foi totalmente demolida e reconstruída, mas sua importância se deve mais aos episódios ocorridos do que sua arquitetura. Contam que Teramo teria se libertado do duque de Andrea Acquaviva quando suas tropas fugiram diante da visão brilhante da Virgem que apareceu vestida de branco.


 
 



Teatro romano: O teatro romano construído no início do século 2 e a Igreja de Teramo são vestígios da época antiga e símbolo de Teramo. O teatro, que tinha capacidade para 3.000 pessoas, depois da queda de Roma teve seus materiais de construção usados em outros projetos.
 
Os restos do teatro comprovam a majestade romana. O Anfiteatro romano era um local urbano, mas não se provou ainda que tenha sido local de martírio de cristãos. Acredita-se que tenha sido utilizado para proteger a cidade na Idade Média.




Bairros inteiramente novos estão surgindo em várias partes da cidade e subúrbios, que contrastam com as antigas construções.  O Delfico é um elegante prédio em 1552. Localizado no Corso San Giorgio, foi a residência privada da histórica família Delfico de Teramo.


 
 
O Castello Della Monica nasceu das ideias de Gennaro Della Monica em 1889, após sua viagem a Torino quando ele admirou os castelos ali existente. Construído originalmente numa posição isolada entre as verdes colinas de San Venâncio, atualmente a urbanização envolveu o castelo.


 


O antigo manicômio foi considerado o maior hospital psiquiátrico do centro sul da Itália. O prédio construído em 1323 teve uma equipe com os melhores médicos psiquiatras e Marco Levi Bianchini foi um dos mais talentosos do campo psiquiátrica italiana e aluno de Freud. A primeira Sociedade Psicanalítica da Itália foi fundada em Teramo em 1925 e na porta do hospital havia uma placa que dizia "Aqui estão os poucos, talvez nem mesmo os reais".






 


Praias: Ao longo da costa existem as mais belas estâncias turísticas de Martinsicuro, Adriatica Alba, Tortoreto, Giulianova, Roseto degli Abruzzi, Pineto e Silvi Marina. Roseto é um lugar muito popular em toda a Itália e no mundo. Alguns a chamam de Lido delle Rose ou Praia das Rosas.

Alba Adriática tem o apelido de "Spiaggia d'argento" ou Praia de prata devido ao do alto padrão de qualidade de sua praia. O Lido de Giulianova é o refúgio de verão de muitos turistas europeus.  




Iguarias de Teramo: Durante o ano há vários festivais em Teramo. Ao final de julho acontece a Sagra de presunto e queijo - o Casereccio - e uma encenação histórica chamada Trionfi. Em Setembro acontece o Magna Teramo, um festival de 3 dias dedicado à descoberta dos sabores e do prazer de comer bem.

O objetivo, além do aspecto cultural e turístico, é apresentar diversas tradições gastronômicas da Itália e principalmente da região de Abruzzo. Além de preservar as tradições locais de cada região, o festival propõe o resgate de antigas tradições além de divulgá-las.

Um dos exemplos, são as típicas iguarias de Teramo: Spaghetti alla chitarra, Mazzarelle, Scrippelle 'mbuse - crepes em caldo de galinha e Timballo, um prato de massa assada parecida com a lasanha.




Virtú di Teramo: Em 01 de maio é época de degustar em Teramo um prato muito especial, conhecido como "Virtù de Teramo". A iguaria que no passado era caseira, hoje é servida de forma primorosa em vários restaurantes sendo celebrada como um patrimônio cultural da cidade. A tradição das Virtudes Teramanas sobreviveu ao longo do tempo, um rito popular que visa a reflexão sobre o presente e o passado.

A sociedade rural que deu origem à tradição não existe mais, mas a mensagem continua válida. Na época em que as virtudes nasceram, era preciso fazer das necessidades, as virtudes. Na atualidade pode-se dizer que as virtudes se tornaram uma necessidade.

Virtudes, é um prato preparado pelas mulheres, uma iguaria complexa que exige muita habilidade na cozinha. Os ingredientes básicos são as sobras da dispensa depois do inverno: grãos, massas de vários tipos e as sobras de porco que as mulheres do passado sabiam reciclar. O prato une todas as sobras com verduras frescas da primavera.

Não existe uma receita única, prevalece apenas a habilidade de transformar uma longa lista de ingredientes e preparar um minestrone, uma sopa suculenta e equilibrada. Este prato tem um gosto de alquimia. De fato, o número 7 se repete insistentemente na receita. São 7 ervas frescas, 7 vegetais frescos, 7 primeiros frutos do jardim, 7 tipos de massas frescas, 7 massas secas e 7 especiarias. Em seguida, são 3 tipos de carne de porco, 3 ovos, 3 punhados de farinha além do queijo, pão e azeite.

É uma receita que mostra a necessidade da economia, da reutilização e da reciclagem dos alimentos. Também é um momento de compartilhamento e inclusão de toda a comunidade. Tradicionalmente as famílias ofereciam as Virtudes aos vizinhos e parentes; esquecer de alguém era motivo de desfeita.

As Virtudes nos ensinam que a comida é algo precioso e que o aproveitamento das sobras podem dar origem a resultados extraordinários. Também nos trazem de volta o significado social da comida, uma reciprocidade que em tempos de crise se torna um elemento econômico. A mensagem das Virtudes é evitar desperdiçar comida, lembrando que muitos outros passam fome pelo mundo...


2 comentários:

  1. Olá Raphael. Obrigado por sua visita ao blog e por seu comentário. Volte sempre. Abraço. Lucia

    ResponderExcluir

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.