29 julho 2012

Loreto é a cidade para onde "voou" a Santa Casa



No alto de uma colina na região de Marche, Loreto é uma típica cidade de interior com um esplêndido panorama, sendo um dos locais mais importantes da Itália. Cercada por muralhas, a cidade cresceu em torno da famosa Basílica della Santa Casa.

O santuário que durante séculos tem atraído milhares de peregrinos, atrai também estudiosos e pesquisadores interessados na magnífica e inexplicável história da trasladação da casa onde nasceu e viveu a Virgem Maria.


Vindo de Nazaré, passando pela Dalmácia e depois até a Itália, percorrendo uma distância mais de 2.000 km, persiste a afirmação de que a casa teria chegado até Loreto voando num facho de luz ou pelas mãos de seres angelicais. 

Complexo monumental da Basilica N.S. de Loreto

A parte antiga de Loreto tem estilo medieval que constrasta com a modernidade de suas imediações, de ruas largas, casas modernas e completa infraestrutura. O ponto central de atração é o esplêndido santuário que se destaca na parte mais alta da cidade. O aqueduto e as fontes do século 16 são atrações turísticas que permitem frescor aos viajantes das estradas.

Complexo monumental da Basilica N.S. de Loreto


A construção do complexo monumental do santuário, local de devoção mariana, foi iniciada em meados do século 15 e terminou apenas no século 18 com a construção da torre vanvitelliana com um carilhão de 9 sinos que tocam a "Ladainha de Loreto".

Com uma fachada rica em adornos, tem destaque o campanário octognal chamado La Loreta e um enorme sino, talvez um dos maiores da Itália. A igreja forma uma cruz latina, cujo centro é coroado por uma esplêndida cúpula ornada por uma lanterna.

O interior é decorado por imagens, quadros e crucifixos, mas a maior atração do local é a Santa Casa de Loreto que é o principal motivo das peregrinações. Protegida por uma grade de prata, a pequena casa de pedra é simples e rústica apenas com uma antiga imagem em cedro do Líbano da Virgem Negra com o menino Jesus. 
 
 
Basilica de Nossa Senhora de Loreto
Interior da Santa Casa de Loreto
exterior de proteção da Santa Casa em Loreto

A Casa de Loreto é descrita como a mais maravilhosa telecinesia da história, tratando-se de um fato sensacional que sobreviveu no tempo e intrigou religiosos, pesquisadores e cientistas. Os mais racionais e modernos classificam o fato como uma lenda, bem como todos os pretensos milagres que lhe são atribuídos. No entanto, ninguém até hoje conseguiu explicar as evidências dos extraordinários fatos havendo apenas suposições.

Segundo a tradição, a Imperatriz Helena se converteu ao cristianismo e convenceu a seu filho Imperador Constantino em dar liberdade à religião cristã. Já idosa, a imperatriz empreendeu uma peregrinação à Palestina no ano 324 para conhecer os locais dos episódios da vida de Jesus.

Na Terra Santa ela teria descoberto a verdadeira ou Vera Cruz onde Jesus foi crucificado, o local do Santo Sepulcro e a casa onde a Virgem Maria e Jesus viveram. Nos locais santos a imperatriz mandou construir capelas, mas faleceu logo depois. Depois de sua morte ela passou a ser reverenciada como Santa Helena, representada por sua roupagem nobre carregando uma cruz. 

Dramáticas batalhas ocorreram entre cristãos e muçulmanos

Durante a Idade Média os Cavaleiros Templários da Europa tentaram defender a Terra Santa na Palestina, dando origem a dramáticas batalhas entre cristãos e muçulmanos. Ao final todos os europeus foram expulsos do Oriente Médio.

Durante a invasão de Jerusalém em 1291 os Mamelukes arrasaram a Terra Santa. A notícia consternou os cristãos mas imediatamente outra notícia consoladora se espalhava por todo o mundo cristão: a Santa Casa de Nazaré havia aparecido milagrosamente nas terras dos dálmatas, atual Croácia. 

Ninguém conseguia compreender como aquela casa teria sido transportada até aquele local que ficava muito distante de Jerusalém. Na manhã seguinte, o bispo Alexandre de Modruzia que estava moribundo, amanheceu curado e sadio. A multidão proclamou sua cura milagrosa à Santa Casa de Nazaré. O governador Nicolau Frangipane mandou um comissão para investigar o fato na Palestina e eles constaram que no local só existiam as fundações que coincidiam com as dimensões da casa.

Segundo relatos, a Santa Casa teria voado inteira pelos céus até a Itália

Três anos depois, misteriosamente a Santa Casa desapareceu. As pessoas ficaram desoladas e o governador erigiu uma capela com uma placa: "Aqui esteve a Santíssima Casa da Bem-aventurada Virgem que apareceu em 10 de maio de 1291 e retirou-se no dia 10 de dezembro de 1294". 

Mas novamente a tristeza transformou-se em sublime surpresa: a Santa Casa tinha reaparecido à meia-noite do dia 10 dezembro de 1294, através de um facho de luz que cortou os céus da Itália. A traslação teria ocorrido em poucas horas e percorrido quase 500 km sobre o Mar Adriático,  algo impossível para qualquer embarcação daquela época.

Camponeses e pastores ficaram paralisados no bosque quando viram as árvores de loureiro se inclinando para o pouso da casa, por isso a região passou a ser chamada Loreto. Pela manhã, uma multidão veio de vários lugares para ver a casa.


Ilustres e conceituados nobres foram examinar as medidas da Santa Casa e confirmaram ser a mesma pequena Casa de Nazaré. Sem fundações, pousada diretamente sobre a terra nua, os construtores resolveram elevar ao redor da casa uma proteção de tijolos. Dias depois, milagrosamente as paredes se distanciaram da casa. 



Quase cinquenta anos depois, o Papa Clemente VII  mandou examinar todos os lugares onde a casa estivera. Foi confirmado tratar-se da mesma Santa Casa, cuja trasladação foi considerada milagrosa. A partir disso o papa mandou o arquiteto Rainero Nerucci elevar um monumento de mármore ao redor da casa. Para seu grande espanto, contra as regras da arquitetura e contra os planos da arte humana, todas as pedras estranhas à Santa Casa estavam afastadas.

Inúmeros Papas confirmaram a verdade histórica da Santa Casa de Loreto: Papa Sisto IV, Papa Leão X, Papa Sisto V, Papa Clemente IX, Papa Inocêncio XII, Paulo II, Júlio II, Paulo III, Paulo IV em 1565 etc. Enganjados da suprema autoridade apostólica, desde o Papa Nicolau IV em 1292 até João Paulo II em 2005, os papas acompanharam os estudos sobre a traslação da casa. O Papa Bento XVI visitou Loreto em 2007.

Nossa Senhora de Loreto é considerada protetora da aviação e dos aviadores

Mas de todos, o Papa Bento XIV foi insuperável. Próspero Lambertini ou Papa Bento XIV foi a maior autoridade de todos os tempos em qualquer fenômeno parapsicológico, especialmente na diferenciação entre o natural e o supranormal.

Profundo pesquisador dos milagres, nos anos de 1750 ele confirmou a história da Santa Casa de Loreto.  Dizem que antes de restaurar o pavimento, os arquitetos de Bento XIV escavaram o local onde a casa estava assentada e para surpresa de todos constataram que, contra todas as leis da gravidade, da lógica e da arquitetura, todo o volume da Santa Casa esteve e ainda está suspenso no ar.

O inexplicável fenômeno do milagre da "Casa Voadora" sensibilizou os aviadores, que se identificaram com a missão cumprida pelos anjos que transportaram pelos ares tão preciosa carga, adotando Nossa Senhora de Loreto como sua protetora. Em 1920 o Papa Bento XV proclamou Nossa Senhora de Loreto como padroeira da aviação, dos aviadores e de todos aqueles que se lançam no ar, seja por profissão ou lazer. 



O arquiteto Nanni Monelli e o Padre Giuseppe Santarelli, arqueólogo e diretor-geral da Congregação da Santa Casa de Loreto, estiveram na Palestina e constataram em 1982 que as pedras encontradas no altar dos Santos Apóstolos em Nazaré tem a mesma origem das pedras da Santa Casa de Loreto. 

As pedras e paredes são tipicamente palestinas como também o tipo de trabalho, com uma técnica específica da cultura nabatea. Também foram identificadas nas pedras de Loreto, centenas de inscrições próprias dos judeus-cristãos da Terra Santa e semelhantes àquelas encontradas em Nazaré.

A análise química da massa que une as pedras apresenta características típicas da zona de Nazaré, feita com sulfato de cálcio hidratado e engrossado com pó de carvão de madeira, segundo uma técnica que utilizada na Palestina há 2.000 anos mas jamais empregada na Itália. E assim ela está até hoje, sendo que sua homogeneidade exclui qualquer possibilidade de uma hipotética desmontagem e remontagem das pedras. 

Fonte da praça da igreja de Loreto

Na Idade Média dizia-se que a casa foi transportada por um facho de luz. A versão de que a casa teria sido tranportada por anjos é recente. De fato, um documento de setembro de 1294, recentemente descoberto, atesta que Nicéforo Ângelo, déspota do Epiro, deu sua filha em casamento com Filipe de Taranto, quarto filho do Rei Carlos II de Angió na Itália. A ela teria sido dado uma série de dotes de casamento, entre os quais apareciam "as santas pedras da casa de Nossa Senhora". Este dado estaria de acordo com o que afirmam estudiosos mais recentes.

De acordo com o Vaticano, há citação de uma família Bizantina chamada De Angelis, que no século 12 salvou da destruição muçulmana a Santa Casa de Nazaré e que teria transportado o material da casa sobre um navio cruzando o Mar Adriático, indo para Loreto com a finalidade de construir uma nova Capela. Talvez por um erro de interpretação, tenha sido afirmado que os anjos (De Angelis) transportaram a casa passando sobre o mar e indo para Loreto. 

No entanto, pesquisadores concluiram que seria impossível transportar uma casa inteira sem danificá-la, já que não havia fundações e também não há vestígios de remontagem. Por não haver documentos e comprovações técnicas, sobreviveu a afirmação da "Casa Voadora". Muitas indagações permanecem sem resposta e explicações, mas já advertia Shakespeare: "Há mais mistérios entre o céu e a terra do que possa imaginar nossa vã filosofia"...

A cada ano em 10 de dezembro é celebrada a chegada da Santa Casa de Loreto. Na véspera é costume acender fogueiras em diferentes partes da cidade e em muitos outros locais no mundo. Segundo a tradição, a primeira fogueira foi acesa em 1294 para iluminar o caminho dos anjos voando no meio da noite. Desde então, continua a tradição da fogueira que é acesa sempre na mesma hora.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.