13 agosto 2010

Taranto, a cidade da Tarantella



Taranto na região da Puglia ao sul da Itália está entre dois mares: o mar Jônico e o mar Adriático, por isso é chamada de Cidade de dois mares. Taranto foi uma colônia grega fundada em 706 a.C. pelos espartanos. Ao serem exilados da Grécia, Phalanthus, o líder Partheniano, consultou o oráculo de Delfos; a resposta enigmática apontou para o porto de Taranto como a nova casa dos exilados.

A cidade recebeu inicialmente o nome de Taras devido à lenda de Taras que foi salvo de um naufrágio montando um golfinho. A cidade era soberana da Magna Grécia que decidia sobre as colônias gregas no sul da Itália. Quando os romanos expandiram por toda a peninsula, a cidade passou a se chamar Taranto.





Taranto é uma cidade portuária comercial e militar. Na baía do Mar Grande está o porto comercial e na baía do Mar Piccolo, por sua importância estratégica, está o porto militar. No final do século 19 um canal foi escavado para permitir que os navios militares entrassem no porto de Mar Piccolo. Além disso, as ilhotas da costa são fortemente fortificadas. Durante a 2a. Guerra Mundial, Taranto ficou famosa como uma consequência do ataque aéreo britânico sobre o Marina Regia na base naval que hoje é chamada de Batalha de Taranto.





A cidade tem inúmeros monumentos de valor histórico. O castelo aragonês foi construído no século 15 com a intenção de proteger a cidade das frequentes invasões dos turcos. A cidade velha, incluindo a Piazza Navona, as igrejas e uma série de palácios antigos que durante anos serviram como residência principal de famílias aristocráticas, como o Palazzo Carducci Palazzo, o Palazzo Galeota e o Palazzo Latagliata, conservam sua fantástica história. As pitorescas ruelas, arcos, escadarias e as oficinas de artesãos, contribuem para a sua atmosfera única.









A Ponte Girevole - ponte do balanço - atravessa o canal navegável e une o Mar Piccolo ao Mar Grande. Durante a sua abertura, as duas extremidades da cidade permanecem sem conexão. A área industrial de Taranto é uma das maiores do país e se tornou o exemplo marcante da poluição do ar.

Em 1991 Taranto foi declarada área de elevado risco ambiental devido à poluição, sendo considerada a cidade mais poluída da Itália e da Europa devido às emissões de suas fábricas, como as fundições de aço, refinarias de petróleo, fábrica de produtos químicos, estaleiros para navios de guerra, construção e fábricas de processamento de alimentos.




Taranto é também a origem do nome comum da aranha Tarantula, que deu origem à Tarantella, uma composição musical e dança caracterizada pela troca rápida de casais, pois dizem que dançar a tarantela sozinho traz má sorte. Acompanhada por castanholas e tamborins, esteve muito em voga entre os séculos 14 e 15 na região da Campania.

Historicamente a Tarantella está associada ao tarantismo, manifestação de delírio convulsivo atribuída, segundo a crença popular, à substância tóxica inoculada pela tarântula, uma aranha venenosa muito comum na Europa meridional. Segundo a crença popular, a toxina induziria à dança frenética - daí o nome tarantella.

Existem algumas variações regionais da dança apuliana, napolitana, siciliana e calabresa. Pizzica (que se pronuncia pittsika ) é uma variação da Tarantella, originalmente do Salento - Lecce, que depois se espalhou por toda a Puglia e Basilicata. Sempre em agosto de cada ano, na Puglia se realiza festival de danças tradicionais da Italia.


video


4 comentários:

  1. 0la carissima Lucia de B.H., não há duvida que sobre Italia o seu blog dá uma panorâmica muito alargada e pormenorizada de regiões, cidades e aldeias, e da historiografia que lhes diz respeito.....admiro muito este seu trabalho. Não é pesado, longo, maçador, é agradável de ler e ver.
    Tambem eu com minha esposa (brasileira de Recife) fizemos um blog sobre as viagens que temos feito por paises do hemisferio ocidental, viagens essas na maioria em Autocaravana e com as vantagens que esta forma de viajar nos dá, outras viagens por avião e hoteis. É um blog mais de fotos e videos e menos de historiografia, como é o seu que muito admiro e aprecio. É diferente. E dá indicações a outros autocaravanistas em termos de locais e gps para chegar aos pontos interessantes. Deixo o endereço para vc e quem a segue no seu blog possa tb ver e apreciar sitios e regiões interessantes por onde passamos e queremos partilhar (www.rumoeuropa.blogspot.com) Algumas inf que dá sobre cidades foram-me uteis, evitei passar ao lado por desconhecimento, pois andamos a viajar pela Italia quase há um mês......Desde hoje vou seguir as suas viagens e informações que deixa no seu blog. Bem haja e dou-lhe parabens. A.Sousa

    ResponderExcluir
  2. Cidade feia e mar sujo com metais pesados. Nosso navio quebrou no Líbano e fomos fazer o reparo do navio no Arsenal da MMI. Não vale a pena perder seu tempo para ir até lá. Próximo existe Matera (cidade onde foi filmado Paixão de Cristo, do Mel Gibson - nada demais) e a principal atração (muito linda por sinal) é a Gruta de Castellana....

    ResponderExcluir
  3. Esse comentário de fabio não corresponde, Taranto é linda e tem uma história fantástica. Matera é perfeita também diga-se de passagem, tudo feito de tuffo.

    ResponderExcluir
  4. Olá. Tenho uma dúvida. Em algum momento a cidade de Taranto pertenceu a Lecce ou era algum tipo de Subdistrito de Lecce?

    ResponderExcluir

Agradeço por sua visita e seus comentários

Related Posts with Thumbnails

Seguidores

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.